Review | Em Ritmo de Fuga

Review | Em Ritmo de Fuga

Aqui estou com minha playlist tocando no spotify. Se você não fez a playlist da sua vida você pode muito bem ouvir a playlist do filme, Em Ritmo de Fuga, mas já conto que é quase um spoiler só que está em forma de música.

Como disse na coletiva de imprensa do filme, onde vi Ansel Elgort de verdade, e que interpreta o Baby, o protagonista do filme Em Ritmo de Fuga (ou Baby Driver para os mais íntimos) e o maior spoiler que posso dar do filme é que as músicas combinam perfeitamente com o ritmo do filme.

Então vamos ao breve resumo do filme, sem spoilers.

nerdediva_emritmodefuga-2

Baby é o motorista de fuga de Doc, um criminoso que basicamente planeja de todos os roubos de uma equipe de criminosos. Roubo a bancos, carro forte, e etc, ele contrata os ladrões, e Baby é o principal motorista de todos esses roubos, mas não por exatamente gostar da profissão. Para não dizer muitos spoilers digamos que aqui o ladrão que rouba ladrão acaba virando motorista até pagar a dívida.

Baby só precisava de mais uma corrida, como Doc havia prometido, e estaria fora do mundo do crime. Ele continuaria vivendo sua vida tranquila com sua música, e seu pai adotivo.

Mas pra nós, que somos entendidos dos filmes de ação (e porque só se passaram uns 20 minutos de filme) as coisas não são tão simples assim.

Baby se livra do celular e do carro que foi usado no último roubo. Seu pai adotivo consegue lhe arrumar um emprego de verdade, e ele acaba conhecendo uma jovem garçonete, Débora, pelo qual se apaixona pela forma como ela canta e pelo bom humor, e até criando coragem para chamá-la para um encontro em um restaurante chique.

Até que tudo se complica quando Doc decidi fazer uma visitinha para Baby no restaurante onde está com Débora, se dizendo um pouco magoado por Baby ter jogado o celular fora, e por ele realmente achar que havia se livrado da presença de Doc e dos roubos em sua vida.

E vamos parar por aqui, antes que acabe realmente contando spoilers.

No começo do filme, pensei que teria um outro tom. Acreditei que seria algo só engraçado, com cenas de ação com carros, o tipo de filme que também adoro, mas tudo nesse filme acabou me surpreendendo. Sim, é um filme engraçado, mas com um humor sério e pesado, que vem principalmente do personagem do ator Jamie Foxx, Bats.

Adorei a atuação do Ansel Elgort e agora todas as vezes que penso em algumas cenas do filme em que Ansel e o Jamie estão juntos me lembro das palavras dele, que precisava aumentar o volume da música para não rir todas as vezes que Jamie gritava com ele.

Então, esse filme tem tudo o que você precisa. Ação, seriedade em alguns momentos, comédia e Ansel Elgort.

Nota –  nota_1nota_1nota_1nota_1nota_1

Avatar

Sara Santos

Caçadora profissional de pokémon, atualmente morando em uma secret base na rota 20. Designer secretamente apaixonada por coisinhas fofinhas, finais felizes, jogos não-fofinhos, spoilers e ler a última página dos livros.