Mesmo com empate, Liquid conta com FaZe e garante título

Mesmo com empate, Liquid conta com FaZe e garante título

Em noite de Liquid e NIP, foi a dupla Mav e Live quem decidiu o título para a Cavalaria Azul. A dupla da FaZe Clan acabou com as chances dos Ninjas de conquistarem o título. O time de Nesk e companhia venceu o campeonato mesmo sem ganhar sua última partida. A Ninjas in Pyjamas fica em segundo lugar pela segunda vez no ano, após a derrota no Invitational para a SpaceStation.

No mapa Clube, MIBR e a TeamOne iniciaram a rodada e sua última partida na Pro League XI Latam. Após a fase de banimento, a defesa estava em vantagem. Nem Thermite nem Hibana estavam disponíveis na partida, o que dificultou a entrada do ataque.

Com um domínio absoluto desde o início da partida, a Made in Brazil venceu o confronto por 7×2, jogando leve e com bastante segurança. Bullet, com 13 kills, e Cameram4n, muito tático como de costume, “carregaram” o time para a vitória que garantiu a MIBR na terceira colocação da Pro League, á frente da FaZe Clan. A TeamOne termina o campeonato na última colocação.

No jogo que valia o título, a INTZ atrapalhou os planos da Team Liquid e não deixou com que a Cavalaria garantir o título por conta própria. Em uma partida extremamente equilibrada, as equipes dividiram os pontos, assim como distribuíram os rounds pouco a pouco.

No mapa Clube, mais uma vez, nenhuma equipe venceu dois rounds seguidos, onde a INTZ ressurgiu das cinzas em dois rounds que pareciam perdidos, mas conseguiram virar a mesa e garantir os respectivos rounds.

Drunkz e Paluh foram os líderes de cada equipe, com 11 kills cada um. SexyCake e VNX não ficaram tão atrás, com as mesmas 11 kills, porém, a dupla da Liquid foi mais clutch do que a dupla adversária, com um kost de 75%.

Depois da partida, restou a equipe da Liquid secar, novamente, a Ninjas in Pyjamas, quem enfrentaria a FaZe Clan. Mas a torcida para a NIP vinha de longe do Brasil…

Porém, mesmo com toda a festa sueca para a NIP, a FaZe não foi convidada e acabou com a festa dos ninjas, quem tomaram 7×2 e deram adeus ao título, que acabou ficando com a Cavalaria Azul.

Mav e Live colocaram o time na mochila e realmente carregaram a FaZe na partida, com uma grande ajuda de Astro. Vale lembrar que Ion não jogou a partida final por conta de problemas pessoais, dando lugar a SN4RFX, um velho conhecido do Rainbow Six tupiniquim.

A NIP não conseguiu repetir a qualidade que foi apresentada na temporada nas duas últimas rodadas da Pro League, as quais foram cruciais para a perda desse campeonato. A derrota no Invitational, após ter aberto boa vantagem contra a SpaceStation, volta á tona após a excelente chance que teve depois do empate cedido pela Liquid mais cedo.

Na última partida da noite, Black Dragons e Singularity protagonizaram um jogo interessante, ao contrário do que muitos esperavam. A vitória ficou com o time da BD, por 7×4, após a Singularity ter esboçado uma reação durante a partida, mas sem sucesso.

PZD e Hornetao, com 14 e 13 kills, respectivamente, contribuíram para a vitória dos dragões e garantiram os três pontos e, querendo ou não, mais dois mil dólares para a conta, com a BD na sexta colocação e a Singularity na sétima.

Último round, última partida, fim da Pro League XI. Agora, o Rainbow Six Siege volta em junho com o Brasileirão de Rainbow Six. E, neste final de semana, também tem o R6 Solidário, organizado pelo narrador da Pro League, André ‘Meligeni’, voltado para a luta contra o Coronavírus.

Avatar

Mathias