BGS 2018 soube corresponder à paixão de Rainbow Six Siege

t8gqoAU2_400x400

A BGS 2018 – Next Level lidou com paixões. Foi um evento que cativou pelos exageros, assim como pelos detalhes. E o apaixonado por Tom Clancy’s Rainbow Six Siege sabe muitíssimo bem disso.

A fase de preparação foi infinitamente longa para curtir esse momento tão esperado. Foram meses, semanas, dias e horas de espera para finalmente colher os frutos de uma experiência inesquecível.

Estar cara-a-cara com pro players, conhecer pessoas da comunidade que antes você só se relacionava pela internet, rever pessoas queridas e até mesmo testar suas habilidades numa partida ocorrendo diante de um público animado.

Quando você menos esperou, a fase de ação já acabou. A BGS 2018 – Next Level foi muito atenciosa com o fã de R6.

“Deu pra ver o quanto o game cresceu desde 2015 aqui”, comentou o analista Retalha em entrevista exclusiva ao Nerd e Diva. “O que é muito legal é que R6 não está apenas no stand da Ubisoft.”

Principal analista de R6, Retalha era muito acionado pelos fãs (Foto: Luiz Queiroga)
Principal analista de R6, Retalha era muito acionado pelos fãs na BGS 2018 (Foto: Luiz Queiroga)

E os olhos não enganavam. Além do stand da própria Ubisoft, era possível ter contato com o universo de Rainbow Six de diversas maneiras. Como, por exemplo, o espaço reservado para a Le Novo.

Lá, o público podia jogar uma partida casual ao lado de pro players. Eram dois jogadores profissionais sempre no estande, cada um numa equipe. O repertório foi vasto.

mittans (esquerda), que é do CS:GO, recebeu dicas de Chl0e para jogar um pouco de R6 com o público (Foto: Luiz Queiroga)
mittens (esquerda), que é do CS:GO, recebeu dicas de Chl0e para jogar um pouco de R6 com o público (Foto: Luiz Queiroga)

Quem teve paciência na fila, pôde jogar ao lado de profissionais como Mav, Astro, Pomerense, Chl0e, AnnasiteCherna, dentre outros. Até mesmo quem não era do cenário de R6 deu as caras por lá, como a mittens, jogadora de CS:GO pela Team oNe.

Detalhe: os duelos eram narrados por ninguém menos que Retalha e André Meligeni ou então Guille e Moska. Foi uma química na qual todos saíram ganhando.

Pro player da SEM ORG, Chl0e falou um pouquinho sobre essa sensação de ser o centro das atenções na BGS 2018 – Next Level.

“Maravilhoso. Eu fico com vergonha. Acho estranho porque isso foi do nada, sabe. Ano passado eu era ninguém, mas agora as pessoas vêm tirar foto comigo, me chamam pelo meu nick e eu fico muito feliz. Dou autógrafo, tiro foto. Agradeço de verdade, fico muito feliz.”

Também jogadora da SEM ORG, isa definiu como “surreal” toda essa visibilidade.

“É muito importante porque eu sei que o crescimento de R6 faz com que mais pessoas conheçam o jogo e o cenário feminino também vai ganhando mais portas abertas.”

Retalha exaltou toda essa preocupação por parte da BGS 2018 – Next Level. A organização investiu “nesses últimos três anos em crescer a visão em cima dos jogadores”. É lógico, afinal, eles que fazem o show.

“O jogador vem aqui pra BGS e é reconhecido. O yuuK, por exemplo, tira foto com a galera. E isso desde o jogador que está num dos principais times como a Immortals ou a Liquid, até as equipes que são menores – equipes que o público acaba não acompanhando.”

Bullet, da Team Liquid, se espantou com o tanto de foto que pediam para ele (Foto: Luiz Queiroga)
Bullet, da Team Liquid, se espantou com o tanto de foto que pediam para ele (Foto: Luiz Queiroga)

Bullet, atualmente na Team Liquid, viveu esses dois lados na moeda. “Ano passado, quando eu vim e era da época da BRK, não tinha tanta gente como eu fui recebido hoje. É um carinho que não tem explicação. É muito bom.”

Psk1, seu companheiro de equipe, também foi só elogios e sorrisos. “Pra mim está sendo surreal o evento deste ano. Nunca tirei tanta foto na minha vida. Ano passado a gente teve aí um stand dedicado a Rainbow Six. Já agora não tivemos um só, mas eu não achei que seria tão grande.”

E não só em estandes onde R6 era assunto principal. Era possível ver o jogo materializado na perfeição de cada cosplay que foi ao evento. Houve stands nos quais os pro players eram convidados para jogar outros games, como ziGueira, SexyCake e Cherrygumms se aventurando no Battlefield V, da EA.

ziGueira e outros pro players de R6 foram convidados para participar de estandes com temáticas diferentes (Foto: Luiz Queiroga)
ziGueira e outros pro players de R6 foram convidados para participar de estandes com temáticas diferentes (Foto: Divulgação)

Acaba se tornando um evento agradável para o fã e também para o pro player. “É isso aí, só tende a crescer. Estou super feliz em estar aqui”, comentou Psk1.

Nós também estamos felizes. E que venha a BGS 2019, com muito mais R6 para todo mundo!

Luiz Queiroga
Luiz Gustavo, 24 anos, é um jornalista especializado em Esports que escreve principalmente sobre Rainbow Six Siege para a ESL BRASIL - e um cavaleiro de Atena nas horas vagas. TOCA BON JOVI!