Review | Me Chame Pelo Seu Nome

me-chame-pelo-seu-nome-sony-call-me-by-your-name

Me Chame Pelo Seu Nome é um filme do diretor Luca Guadagnino, baseado no livro de mesmo nome, escrito por André Aciman e publicado esse mês, no Brasil, pela Intrínseca.

Elio é um adolescente dos anos 80 que vive no interior da Itália com seus pais. Seu pai, um especialista em cultura greco-romanca, recebe o acadêmico Oliver, para ajudá-lo em sua pesquisa. Elio e Oliver vão se aproximar aos poucos, construindo um romance arrebatador.

filme_me_chame_pelo_seu_nome___credito_sony_pictures-1717172

Não vai pensando que esse é o clássico romance gay, cheio de drama, onde a sociedade e os pais não os aceitam, e coisa e tal. O ponto forte do filme é a beleza do afeto, do sentimentalismo, que vai muito além de beleza estética.

O filme transmite, de forma sensível e muito real, o primeiro amor, o desejo e a sexualidade.

O drama aqui é abordado de outra forma: Na auto-aceitação, na juventude e na velhice.  Inclusive, as últimas cenas mostram isso de uma forma muito clara. Uma das cenas finais, de um diálogo entre Elio e seu pai, me tocou tanto que eu tive que procurar depois para anotar as frases (é, sou dessas que anota quotes quando eles me tocam, hahaha).

call_me_by_your_name_sundance_still_2_-_publicity_-_h_2017 (1)

Por ser de uma região camprestre, o filme tem uma fotografia solar aconchegante. As atuações, e até mesmo muitos diálogos durante o filme são bem econômicos, mas ao mesmo tempo transmitem totalmente o sentimentalismo. O que me chamou muito a atenção, foi o fato de focarem mais em mãos se tocando do que em palavras.  Até mesmo a luxúria é abordada de forma mais simbolizada, em esculturas e frutas.

Enfim, cada coisa é simbolizada de forma tocante, não é a toa que esse é um dos filmes recentes mais elogiados. Até mesmo Pedro Almódovar o escolheu como  “o melhor filme de 2017”.

Me Chame Pelo Seu Nome tem seis indicações no Spirit Award, e sequência confirmada.

Nota: nota_1nota_1nota_1nota_1nota_2

Estreia hoje, 18 de janeiro, nos cinemas. Confira o trailer:

Designer e bookstagrammer, apaixonada por literatura, teatro, cinema, videogames, fotografia, moda, rock and roll e vintage. E viciada em vídeos de gatinhos.