Review | Star Wars: Os Últimos Jedi

star wars

O anúncio de um novo Star Wars é sempre algo que mexe com o coração e com as expectativas de todo mundo, né?! Digo todo mundo, porque até as pessoas que não são super-fãs da franquia se sentem envolvidas por uma história tão longa e com tantos filmes.

O filme do meio da nova trilogia, traz Luke Skywalker (Mark Hamill) de volta e responde algumas dúvidas deixadas no primeiro filme O Despertar da Força e podemos ver uma abertura na maneira que enxergamos “a força”, uma mudança e amplitude na maneira que ela é mostrada em toda a série. Tanto a trama como a maneira que ela é a apresentada é pensada nos mínimos detalhes pra agradar aos novos e também aos velhos fãs, é sem dúvida um Star Wars muito Star Wars e é impossível terminar o filme insatisfeito.

star wars

O filme já começa no meio de tiro, porrada e bomba,  e continua quase imediatamente de onde o último parou, Rey (Daisy Ridley) acaba de chegar na ilha e a Primeira Ordem está atrás da Resistência com Finn (John Boyega), Poe Damerone (Oscar Isaac) a General Leia (Carrie Fisher ) e eles precisam escapar urgentemente. Mas, mesmo no meio de toda essa agitação os grandes questionamentos estão nos novos/velhos/últimos Jedi.

Rey e Kylo Ren (Adam Driver) estão em grandes conflitos internos sobre quem são e o que devem fazer, se são do lado da luz ou da escuridão, se seguem sozinhos ou se pedem ajuda, e fazem toda essa descoberta juntos, até o limite de onde seus caminhos são paralelos, até o momento final da decisão para qual lado cada um vai, e se realmente vão se dividir.

star wars

No novo filme o conceito de bem e mal é muito mais amplo do que em toda a série (assim como é na vida real) e podemos ver que nem tudo é tão preto no branco assim, pessoas podem ajudar os dois lados e enriquecer com isso, podem se ajudar e se trair em momentos diferentes e podem se amar e se odiar por diversas razões, ninguém e 100% vilão ou herói e os pré-conceitos muitas vezes estão completamente errados.

É um filme rápido, não há cenas arratadas ou diálogos longos e/ou cansativos, as 2h30 de filme passam sem você perceber ou bocejar nenhuma vez, te prende do começo ao fim, com ação, saudosismo, romance, mistério e até mesmo com humor. Humor este usado na medida certa em momentos muito bem encaixados e dessa vez não só pelos robôs ou criaturas, mas até Luke solta uma piadinha de vez em quando.

star wars

Outra coisa linda de ser ver num filme grande como esse é a representatividade. Sim, tá todo mundo muito bem representado nesse filme e ver que isso é possível é inspirador e você realmente sai do cinema achando que você pode ser o que quiser, quando quiser, sendo exatamente do jeitinho que você é. Um filme pra você se identificar muito e ir bem além do vilão, do herói e da princesa que precisa de resgate, esse Star Wars mostra que todo mundo tem a força dentro de si.

source (4)

Um problema notável é que por mais que você se identifique e ame a história, a nova trilogia não parece se importar muito com o porque das coisas. Ok. temos uma Primeira Ordem e uma Resistência, mas “ao que estamos resistindo” parece ter sido deixado de lado quando comparada às tramas pessoais e desenvolvimento interno de cada um dos personagens. Para um novo expectador (e talvez até para os velhos) não fica claro do porque a Primeira Ordem deve ser derrotada e o que ela está fazendo de tão mal pra galáxia.

star wars

As atuações, bom, nem preciso falar que estão impecáveis e carismáticas desde as criaturas, aos humanos como às inserções de CG de Leia (Carrie Fisher que já nos deixou), qu inclusive aquece o coração da gente cada vez que aparece na tela, e mesmo sabendo que ela não estará nos próximos filmes a presença dela na história emociona por termos a certeza que sua contribuição para a franquia vai muito além de vida ou morte, e essa é uma das melhores homenagens.

source (2)

ATENÇÃO TEM SPOILERS DE STAR WARS: OS ÚLTIMOS JEDI A PARTIR DAQUI


Outra coisa importante é a resposta da grande pergunta “Quem são os pais de Rey?” e a resposta que vem junto com ela é de encher o coração pela probabilidade de coisas que isso leva. não ser filha de ninguém só reforça a teoria lá do começo, que qualquer um pode ser um Jedi. Rey não precisa ser filha de ninguém (apesar de esperarmos/querermos muito isso) pra ser alguém e até quando busca a resposta para “o que ela precisa” a resposta é ela mesma, e mais nada.

Dúvida grande que não foi respondida é: quem diabos é Snoke? O cara é mau uma mistura doida de Jigsaw com Voldemort e o filme caga pra te explicar de onde ele veio ou como chegou ao poder… e pior ainda, ele morre e você continua sem saber! Apareceu mesmo só pra ser derrotado pelo Kylo e a história tomar seu rumo, Snoke só serviu pra transformar o bobo Kylo Ren em vilão real.

star wars

E seu o primeiro filme da nova trilogia foi o de Han Solo esse com certeza é o de Luke que depois de tanto lutar pelo fim dos Jedi, finalmente percebe que esse não é seu propósito, e com a ajuda de Yoda (que aparece também como boneco ) entende que seu papel é passar o que aprendeu, principalmente seus fracassos e falhas, porque afinal o fracasso é o melhor dos professores. Sua morte encerra sua participação na franquia e vem de forma tranquila, calma e honrada como um verdadeiro herói, mas também deixa aprendizados importantes pra Rey e para o futuro dos Jedi e dos próximos filmes.


FIM DOS SPOILERS

Filmão que vem com receita de bolo pronta e com todos os ingredientes listados mas que mesmo assim Rian Johnson conseguiu nos trazer uma coisa completamente diferente do esperado e renovar o gostinho do Star Wars de sempre dando forças pra uma nova geração de fãs e de filmes. Vale o cinema, a pipoca, o 3D (com certeza), a segundo ingresso, o abraço no amigo do lado e a compra do Blu-ray quando sair.

star wars

Pra mim o melhor da franquia até agora e com promessas de que os próximos filmes só tem a crescer e a melhorar.

Nota: nota_1nota_1nota_1nota_1nota_1

Designer, youtuber quando dá na telha, batgirl toda noite e durante o dia, garota gamer. Apaixonada por redes sociais, arte, escrita, comida e animais, todos com muito leite condensado, por favor.