Review | IT – A Coisa

acoisa16agosto-03

Saiu mais uma criação cinematográfica baseada numa obra-prima de Stephen King e a expectativa é que ela seja completamente o oposto de qualquer coisa que a Torre Negra tentou ser né?! Exato, IT – A Coisa, chega essa semana aos cinemas e traz de volta o medo causado pelo palhaço Pennywise na década de 90. Claro que eu assisti muito feliz por matar a ansiedade e a curiosidade, mas ao mesmo tempo triste e com muito medo, afinal tenho PAVOR de palhaços.

Na década de 60, sete crianças que sofrem bullying na escola por causa de suas particularidades (um tem asma, uma gagueja, outro é gordinho… e por aí vai) e porque as pessoas são muito ruins também, se tornam amigos e formam a Gangue dos Perdedores. A rotina da pequena cidade de Derry, onde vivem, é quebrada quando crianças e adolescentes começam a desaparecer/morrer. No meio de tantos mistérios sem solução, o grupo se junta para tentar encontrar o pequeno Georgie, mas acabam encontrando uma maldição e uma história bem mais profunda por trás dos desaparecimentos e mortes.

Como filme de terror, IT ficou um bom blockbuster que vai satisfazer até os menos fãs de terror. Tem sustos, tem comédia, tem romance, tem “fan service”, tem sangue e tem palhaço assustador.

it criancas

Os atores mirins são mestres em sorrisos e carinhas para conquistar audiência e tenho certeza que você, assim como eu, vai achar que cada um caiu como uma luva pra seu personagem. O passado foi muito bem representado aqui, pecando um pouco talvez na parte em que eles parecem um pouco mais velhos do que eles deveriam ser. Os sete tem uma química trabalhando juntos e você se coloca na história como oitava criança e curte/sente medo do lado deles durante todo o filme. A ambientação do passado é muito bem feita e você sente a nostalgia muito próxima a de Stranger Things, da Netflix, por exemplo.

O humor ácido, irreverente, inocente e bem colocado do filme se destaca desde o começo e serve como válvula de escape para os momentos assustadores e te recupera o fôlego depois dos principais sustos.

it

Pennywise aparece MUITO assustador e recomendo com força que quer tem Coulrofobia (medo de palhaços) não assista, ou pelo menos assista num momento de descontração e/ou com alguém que possa ajudar, rs. Os anos e os efeitos do cinema moderno fizeram do palhaço um monstro que deu até gosto de ver, bem feito e psicótico na medida.

A história foca nos acontecimentos com as crianças apenas, não os mostra adultos como no original de 1990, mas dá a entender que tratamos apenas do primeiro capítulo e deixa no ar a possibilidade de continuação, e pela aceitação, que eu acredito muito que vá ter, é bem provável que isso aconteça mesmo.

it-teaser-poster

IT vem com a responsabilidade de agradar os fãs mais antigos e conquistar novos fãs na mesma tacada, não tinha espaço para errar e por isso apostou com força no seguro e veio recheado de detalhes pra agradar principalmente ao público mais jovem.

Recomendo muito que você assista no cinema com pipoca e refri, em casa, com os amigos, ou até sozinho (se você não for muito medroso), onde for e da maneira que for, mas assista, e assista também ao original de 1990, que vem com uma história um pouco mais completa e vai fazer com que você absorva muito mais o remake.

Nota: nota_1nota_1nota_1nota_1nota_1

Designer, youtuber quando dá na telha, batgirl toda noite e durante o dia, garota gamer. Apaixonada por redes sociais, arte, escrita, comida e animais, todos com muito leite condensado, por favor.