Review | Doutor Estranho

Primeiro que você foi ao cinema sem nunca ter ouvido falar em Doutor Estranho ou Doctor Strange e nem tinha certeza se era um filme de herói mesmo, mas daí você ouviu dizer que era da Marvel e resolveu conferir mesmo assim, não foi? Ou então você já tinha ouvido falar e foi ver-qualé-que-é do Cumberbatch de Doutor. Ou ainda, você era fã do Doutor, já leu tudo sobre ele e foi pro cinema esperando não se desapontar.

De qualquer maneira, apesar da decepção de mais um filme com a mesma cara de sempre, acredito que a grande maioria ficou feliz com o resultado e saiu do cinema com aquele gostinho de quero mais que só a Marvel sabe fazer no nosso coração.

Stephen Strange é um neurocirurgião que tem na mesma medida talento e arrogância. Ele sofre um acidente de carro e perde parte da função de suas mãos, arruinando sua brilhante carreira.  Em busca de uma cura milagrosa, e desesperado pra voltar pra medicina, investe todo seu dinheiro para uma viagem ao Oriente num lugar chamado Kamar-Taj.

Ao encontrar o lugar, o Doutor tem que deixar seu ceticismo de lado e abrir sua mente para a magia apresentada pela Maga Suprema, sendo um homem  da ciência, Stephen só acredita quando vê o real poder da Anciã e só então entra em seu treinamento de cabeça.

A magia que aparece no filme finalmente não tem explicações tecnológicas de outra dimensão, é simplesmente mágica. Nos outros filmes, tenho a impressão de que a Marvel se segurava um pouco no quesito “magia” e agora soltou tudo de uma vez. A mágica de Doutor Estranho é ilimitada e abre um mundo novo de possibilidades.

Doctor Strange - Doutor Esntranho

Benedict Cumberbatch está incrível como Doutor Estranho e o mesmo vale para Tilda Swinton como Anciã, que cumpre um papel de peso que originalmente é interpretado por um homem, o que causou reclamações de alguns fãs da série mas que com certeza deu um poder feminino à um elenco que é em sua maioria masculino.
Agora, Mads Mikkelsen como Kaecilius, veio pra ser só mais um vilãozinho e só. Fiquei com a sensação de que é muito ator pra um papel tão “meh”, Mads veio e cumpriu o que foi pedido e me deixou com vontade de ver mais dele em cena, mas ainda assim deixou com aquela sensação de padrão de filmes Marvel, de que vilões só vieram pra ser derrotados mesmo.

E pra manter o padrão, esse não é o filme mais diferente da Marvel. Ele até explora territórios diferentes, mas no final acabou sendo mais do mesmo, o que não é de todo negativo, afinal, faz sucesso e enche as salas de cinema. É um filme bem construído, com uma edição redondinha e roteiro simples, tudo muito bem amarrado, ou seja, a fórmula do sucesso com a qual o estúdio conquistou o público.

Doctor Strange - Doutor Esntranho

Com um humor bom, mas insistente demais às vezes, bons atores e boa história, Doutor Estranho não é o melhor filme de heróis da Marvel, mas é um filme bem executado que diverte e cumpre seu papel sem deixar nenhuma ponta solta. Ele traz a certeza de que a Marvel pode apresentar qualquer um de seus personagens no Universo do Cinema, que isso será feito com maestria, e por ser um filme de origem nos deixa na expectativa de todo o potencial que o personagem pode ter.

Nota: nota_1nota_1nota_1nota_1nota_2