O Cavaleiro de Bronze | Paullina Simons

O Cavaleiro de Bronze

Alguém aí sentiu falta de resenhas aqui no blog? Boas notícias: estou de volta com mais resenhas pra vocês! E dessa vez, vamos falar sobre um livro maravilhosamente bom chamado O Cavaleiro de Bronze, da autora Paullina Simons, publicado no Brasil pela Editora Novo Século.

Eu sempre gostei muito de livros que retratassem guerras, épocas antigas e períodos críticos da sociedade, não sei bem por que, mas sempre me interessou esse tipo de leitura. Quando peguei O Cavaleiro de Bronze – por indicação de uma amiga muito querida – não tive certeza de que ele era o livro que me faria suspirar e querer mais que tudo a sua continuação no Brasil. Ainda muito recente e não muito conhecido, depois que eu o li, espalhei a notícia pra todo mundo: esse livro é O LIVRO, apenas o leiam!

Essa história se passa em Leningrado, na Rússia, uma grande cidade onde a Segunda Guerra Mundial ainda não havia alcançado, mas por pouco tempo. Tatiana e Dasha Metanova, irmãs que viviam num pequeno cômodo com seus pais, irmãos e avós, viviam tempos obscuros com pensamentos sobre a guerra e quando a atingiriam. As tropas de Hitler atacam a União Soviética e tudo muda: eles agora começam a invadir a cidade de Leningrado e a fome, o medo e o desespero tomam conta da cidade inteira. No meio de toda a guerra e notícias ruins, Tatiana conhece Alexander, um oficial do Exército Vermelho. É visível a atração entre os dois, mas uma coisa acontece: Dasha, irmã de Tatiana, havia conhecido o rapaz alguns dias antes de Tatiana e havia se apaixonado por ele. Certa a não dar mais notícias ruins e querendo que sua irmã seja feliz, Tatiana resolve manter silêncio sobre seu sentimento sobre Alexander. Mas o problema é que Alexander também havia se apaixonado por Tatiana, mas não queria ver Dasha sofrer, por isso continuou com a menina. Uma sequência de olhares, toques e alguns passeios revelam para os dois que seria impossível para que eles vivessem longe um do outro. Com o passar do tempo e a guerra se desenrolando por Leningrado, a história dos dois também vai tomando forma.

“Adeus, minha canção do luar e minha respiração, minhas noites brancas e meus dias dourados, minha água fresca e meu fogo. Adeus, e que você tenha uma vida melhor, encontre o conforto novamente com seu sorriso de tirar meu fôlego, e quando o seu belo rosto se iluminar mais uma vez perante o sol do Oeste tenha certeza de que tudo que eu senti por você não foi em vão. Adeus e tenha fé, minha Tatiana.”

É uma linda história de amor em meio a guerra. Vale muito a pena ser lido pois nos ensina muitas coisas das quais certamente levaremos pra vida toda. Sobre o amor incondicional, aquele amor que todas nós sonhamos em ter um dia (até quem diz que nunca sonhou já quis, sim!). A escrita é rica e cheia de detalhes, te transportando para o cenário onde eles vivem esse lindíssimo amor. E devo dizer que muito embora o livro seja um romance e se atenha a isso, é impossível não ler e se sentir um pouco mal pelas pessoas sofrendo na guerra e toda a tristeza causada por isso.

Espero que vocês gostem da resenha e se você já leu o livro, conta aí pra mim o que achou! XD

Avatar
Eu não perco uma partida de Mortal Kombat se eu picko a Sindel. Amante de tudo que dá pra jogar (de jogo-da-velha à Mario Kart), queria ser da Disney e jogaria Zero Escape mil vezes por ano.