Review | Quando as Luzes se Apagam

Quando as Luzes se Apagam trata de um dos maiores medos de todos nós, o medo do escuro está presente na humanidade desde os tempos das cavernas, afinal foi pra ir poder beber água à noite sem ser pego por nenhum monstro que o homem inventou o fogo pra iluminar o caminho, não é mesmo?!

Famílias com fantasmas é um dos temas mais usados em filmes de terror e ainda assim achei novidade na solução arrumada para esticar os dois minutos do curta Lights Out, no qual o filme foi inspirado.

Uma mãe deprimida (Maria Bello – A Janela Secreta), uma filha rebelde (Teresa Palmer – Meu Namorado é um Zumbi), um namorado badboy (Alexander DiPersia – Eu Sou a Lenda) e uma criança inteligente (Gabriel Bateman – Annabelle) formam a família do filme e nos levam a conhecer Diana (Alicia Vela-Bailey – dublê da Gal Gadot), a moça que vive no escuro.

A filha mais velha se mudou depois de seu pai ter supostamente abandonado a família e desde então mantém pouco contato com a mãe, que teve outro filho em outro casamento e acaba de perder o segundo marido. Com a mãe doente e sofrendo alucinações o garoto não consegue dormir e busca ajuda na única família que lhe resta, a meia irmã. A trama se desenvolve bem e explica sem se aprofundar muito qual a causa de tanta maldição em cima de uma família só.

Dirigido por David F. Sandberg e produzido por James Wan, Quando as Luzes se Apagam, tem um bocado de clichês básicos modernos de filmes de terror atuais que acabam sendo previsíveis até pra os expectadores menos experientes. Mesmo sendo um filme feito claramente apenas pra ser vendido, o filme segura bem a tensão da história e não se perde no roteiro, tem sustos bem colocados e diverte os amantes do coração disparado.

Se visto despretensiosamente, Quando as Luzes se Apagam é um filme que vai direto ao ponto, tenso, que assusta e cumpre o objetivo de te deixar com medo de dormir no escuro, apesar do monstro não ser o mesmo do curta (o que me entristeceu profundamente ).

Uma curiosidade interessante apontada pelo cinéfilo com uma memória absurda que estava sentado ao meu lado no cinema é que a atriz ( Lotta Losten) que atua no curta de Sandberg, também atua (rapidinho, mas sobrevive!) no filme.

Com bons sustos, vultos, gente morta, reconciliação de família, jovem rebelde e criança prodígio, tudo isso com direito a final feliz sentado na parte de trás de uma ambulância, Quando as Luzes se Apagam vale a pena pra sessão de terror com os amigos em casa… Só duvido vocês conseguirem dormir depois.

Nota: nota_1nota_1 nota_1nota_1nota_2