Resenha: Lua de Larvas | Sally Gardner

resenha de lua de larvas

Olá pessoas! Tudo bem? Trouxe pra vocês mais uma resenha da série de resenhas de livros que eu nunca pensei em ler, mas li e me surpreendi. 😀

O livro da vez é Lua de Larvas, da autora Sally Gardner e publicado no Brasil pela Editora Martins Fontes. Ele é pequenino, bem diagramado e lindíssimo!

Nesse livro, nós conhecemos Standish Treadwell, um garotinho de 15 anos, disléxico e dono de alguns problemas na escola. O livro nos apresenta a um mundo praticamente todo governado por um regime muito semelhante ao nazismo alemão, num mundo distópico onde as pessoas eram perseguidas e mortas. O nome desse mundo é “Terra-Mãe” e os habitantes do lugar estão se preparando para mandar o primeiro homem a lua. As escolas tem ensinamentos cruéis, ensinam as crianças a acreditar em uma raça pura e a eliminar todos os que forem contrários a esse pensamento.

resenha de lua de larvas

A cidade é divida em Zonas. Standish mora na Zona Sete com seu avô, e essa é a Zona onde mandam aqueles que são contrários ao governo. Lá, ele conhece um casal e o filho deles, Hector, que acaba se tornando o melhor amigo do menino.

Hector desaparece, e de repente Standish resolve mover todas as suas forças para encontra-lo e tentar “derrotar” a Terra-Mãe.

A história é bem bacana e a narrativa desse livro é interessante por que é em primeira pessoa e acontece muito um “vai-e-vem” entre passado e presente. O livro também trás muitas questões legais que são super comuns no dia-a-dia como por exemplo o bullying em escolas, a questão toda do governo em que eles vivem, as Zonas, as diferenças de classe, até mesmo a dúvida do “homem-na-lua”. É uma leitura bem recomendada! 😉

Avatar
Eu não perco uma partida de Mortal Kombat se eu picko a Sindel. Amante de tudo que dá pra jogar (de jogo-da-velha à Mario Kart), queria ser da Disney e jogaria Zero Escape mil vezes por ano.